sábado, novembro 25, 2006

Eis que a mulher deve ser o foco no cinema

A frase acima é de efeito. E é de alguém que tem efeito - principalmente falando de cinema. Pedro Almodóvar é diretor, roteirista, compositor e ator, mas sua fama se remete à carreira de diretor de cinema.
Ele nasceu em Calzada de Calatrava, La Mancha, Espanha em 1951. Sua família emigrou para Extremadura quando ele tinha oito anos e lá ele estudou com os Salesianos e os Franciscanos. Sua má educação religiosa apenas o ensinou a perder a fé em Deus. Durante esse tempo, em Caceres, ele começou a ir ao cinema compulsivamente. Aos 16 anos mudou-se para Madri, sozinho, sem sua família e sem dinheiro, mas com um projeto bem concreto: estudar e fazer filmes. Foi impossível entrar na escola oficial de cinema, já que Franco a tinha fechado recentemente.Como ele não podia aprender na teoria, decidiu aprender na prática. Era o final dos anos sessenta, e apesar da ditadura, Madri para um adolescente provinciano era a capital da cultura e da liberdade.
Almodóvar fez diversos quebra-galhos, mas não pôde comprar sua primeira Super-8 até conseguir um emprego "sério" na Companhia Telefônica Nacional . Lá trabalhou por doze anos como assitente admnistrativo. De fato foi durante esses anos que ele teve sua verdadeira educação. Durante as tardes e noites, ele escreveu, amou, se juntou ao grupo de teatro independente "Los Gollardos", e fez filmes. Escrevia para várias revistas alternativas e seu primeiro filme estreou com nascimento da democracia na Espanha, já em
Em 1980, foi lançado o seu primeiro longa, Pepi, Luci, Bom y Otras Chicas del Montón (1980). Desde então, filmar se tornou sua segunda paixão. Ele escreve todos os roteiros que dirige. E vive, o suficiente pelo menos, para ser capaz de inventar histórias que são vivas. Seus filmes são exibidos em todo o mundo e, em 2002, Ganhou o Oscar de melhor roteiro original, por "Fale com Ela".
Este ano, Almodóvar reaparece nos cimenas com "Volver". Trabalho riquíssimo do diretor que, segundo ele, é espelhado em sua própria vida. O elenco conta com Penélope Cruz e Carmen Maura.