sábado, outubro 28, 2006

Punk Rock é o som
na Associação Cidadão do Mundo

Em meados dos anos 80, quando aconteceu o primeiro festival punk da história do país, surgiu o DZK. Uma banda independente de punk rock do subúrbio do ABCD paulista que tinha e tem como principio o que toda banda punk leva: o protesto. É nesse contexto que a banda lança o álbum "Fui Punk", que será trabalhado hoje, 28, na Associação Cidadão do Mundo em São Caetano.

"Fui Punk" é a quinta coletânea da banda e vêem com o título uma incógnita: eles deixaram de ser punk? "Queremos deixar no ar, pra saber se deixamos de ser punk ou não", diz a produtora Dunga. Mas logo quebra o suspense e revela: "Mas não deixamos de ser, todos com seus 40 anos e ainda Punks".

Com músicas próprias, letras na maioria simples, diretas e objetivas, eles se apresentam pela segunda vez na Associação Cidadão do Mundo e esperam fazer um show ainda melhor que o passado. E para abrir a noite, a banda Pátria Armada toca HardCore e lança seu primeiro cd "Genocídio Urbano".

Bandas: DZK e Pátria Armada
Local: Espaço Cultural Cidadão do Mundo
Entrada: R$ 5,00
Rua Rio Grande do Sul, nº 73 Centro - São Caetano do Sul